Dose diária mínima de loucura

11 04 2011
“Todas as coisas são de tal natureza que, quanto mais

abundante é a dose de loucura que encerram, tanto maior é o bem que proporcionam aos

mortais. Sem alegria, a vida humana nem sequer merece o nome de vida. Mergulharíamos

na tristeza todos os nossos dias, se com essa espécie de prazeres não dissipássemos o tédio

que parece ter nascido conosco.”

 Erasmo de Rotterdam. Livro “Elogio da loucura”.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: