Vaidade.

6 01 2010

“_Sinto ciúmes de tudo aquilo cuja beleza não morre. Tenho ciúmes desse retrato meu que você pintou. Por que haverá ele de conservar o que perderei? Cada momento que se passa arrebata-me algo e dá algo a ele. Oh! Se pudesse ser o contrário! Se o retrato pudesse envelhecer e eu permanecer tal como sou agora!”

Oscar Wilde. Livro “O retrato de Dorian Gray”.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: