Não passa de um romance.

6 01 2010

“_Os dias de verão são muito longos, Basílio_murmurou Lorde Henry. _Talvez você se canse de Donrian Gray antes que ele de você. É triste ter de admiti-lo, mas não se pode duvidar de que o Gênio dura muito mais que a Beleza. Isso explica porque nos empenhamos tanto em instruir-nos. Temos necessidade, na dura luta pela vida, de algo que perdure, e enchemos o nosso entendimento de futilidades de toda espécie, na vã esperança de manter o nosso prestígio. O homem culto, bem inteirado de tudo, é o ideal moderno. A mente, porém, deste homem bem inteirado é uma coisa horrível. É como um bric-à-brac monstruoso e empoeirado, onde os objetos amontoados custam sempre mais do que valem. Creio que, apesar de tudo, você se cansará primeiro. Algum dia você olhará para o seu amigo e ele lhe parecerá um pouco mal desenhado, ou não lhe agradará a tonalidade da sua cor, ou que sei eu. Você o reprovará asperamente no seu íntimo, chegando por fim à conclusão de que ele se portou muito mal para com você. No dia seguinte, você estará perfeitamente frio e indiferente. Será muito lamentável, pois você se transformará. O que você me disse não passa de um romance, um romance artístico, se assim o prefere, e o pior é que, quando se vive um romance, de qualquer espécie que seja, acaba-se completamente sem romantismo.”

Oscar Wilde. Livro “O retrato de Dorian Gray”.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: