Eco de uma música alheia…

6 01 2010

“_A sua influência é, realmente, tão má como diz Basílio, Lorde Henry?
_Não existe influência boa, Sr. Gray. Toda influência é imoral…imoral do ponto de vista científico.
_Por quê?
_Porque influenciar uma pessoa é transmitir-lhe a nossa própria alma. Ela já não pensa com seus pensamentos naturais, nem arde com suas paixões naturais. As suas virtudes não são reais para ela. Os seu pecados, se é que existem , são emprestados. Ela se converte em eco de uma música alheia, em ator de um papel que não foi escrito para ela. A finalidade da vida é o desenvolvimento próprio. Realizar completamente a própria natureza, é o que devemos buscar. O mal é que, hoje em dia, as pessoas tem medo de si mesmas. Esqueceram-se do mais elevado de todos os deveres, o dever para consigo mesmas. Alimentam o faminto e vestem o andrajoso. Deixam, contudo, que suas almas morram de fome e andem nuas. O valor nos abandonou. Talvez nunca o tenhamos tido, realmente. O temor da sociedade, que é a base da moralq; o temor de Deus, que é 0 segredo da religião…são os dois princípios que nos regem. E, no entanto…”

Oscar Wilde. Livro “O retrato de Dorian Gray”.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: