Nada, senão o instante, me conhece.

1 12 2009

“Se recordo quem fui, outrem me vejo, 
E o passado é o presente na lembrança. 
Quem fui é alguém que amo 
Porém somente em sonho. 
E a saudade que me aflige a mente 
Não é de mim nem do passado visto, 
Senão de quem habito
Por trás dos olhos cegos. 
Nada, senão o instante, me conhece. 
Minha mesma lembrança é nada, e sinto 
Que quem sou e quem fui
São sonhos diferentes.”

Fernando Pessoa. Livro “Odes de Ricardo Reis”.  

Anúncios

Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: