Para Heathcliff, vingança não é um prato que se come cru.definitivamente.

23 11 2009

“(…)tenho de me lembrar de respirar…quase de lembrar meu coração de bater! E é como dobrar uma mola dura: é por compulsão que executo o mais simples ato, não impelido por um único pensamento; e é por compulsão que reparo em qualquer coisa, viva ou morta, que não esteja ligada à minha única idéia. Só tenho um desejo e todo o meu ser e as minhas faculdades estão ansiosas por alcançá-lo. Há tanto tempo anseiam isso, e tão firmemente, que estou convencido de que ele será alcançado pois já devorou toda a minha existência: sinto-me tragado pela expectativa da realização.”

Emily Bronte.”O morro dos ventos uivantes”.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: