Sol cego de luz

21 11 2009

“Viajei milhares de anos luz!

 Sangrei meu coração…
me prostituí, me droguei, me embriaguei
me fiz eu, ser-marginal.

 Fui tudo o que podia ser.
tudo o que está em mim e me seduz!
desfilei errante, calvário sem cruz,

 como um sol cego, cego de luz…”

             Marcelo de Jesus Silva.”Guerra de porcos”.


Ações

Information

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: